Editor's Rating

9.5
NOTA:

Imaginem se pudéssemos nos comunicar com “algo” que nos aflige e/ou nos angustia após termos sofrido algum trauma enormemente grande, será que seriamos capazes de superar depois desse contato? Essa é uma situação pela qual a personagem Howard Inlet (Will Smith) se depara em seu novo trabalho, Beleza Oculta (Colateral Beauty) do diretor David Frankel. No longa, Howard (Smith) é um publicitário renomado e dirige juntamente com seus sócios Claire (Kate Winslet), Whit (Edward Norton) e Simon (Michael Peña) uma agencia de sucesso, porém ele sofre uma grande perda em sua vida pessoal, a morte de sua filha de 6 anos.

Com isso ele acaba entrando em depressão e deixando sua vida profissional escanteada e preocupando seus sócios, que muito além de companheiros de trabalho, são grandes amigos e o querem ver bem. Nesse período difícil na qual Haword vem passando ele acaba confrontando com cartas o que ele chama de “as três abstrações”: o amor, o tempo e a morte. Cartas essas onde ele expõe todo o seu descontentamento pela morte de sua filhinha. Na intenção de tentar tirá-lo desse coma, Claire, Simon e Whit acabam “encontrando” três atores que eles os contratam para que possam servir de terapia para seu amigo da seguinte maneira: interpretando as três abstrações e de certa forma, respondendo as cartas enviadas por Howard.

É aí onde entram as participações primorosas de Brigitte (Helen Mirren) que se passa pela morte, Raffi (Jacob Latimore) que se passa pelo tempo e Amy (Kira Knightley) que se passa pelo amor. Daí se o filme já tinham atuações mirabolantes e estrondosas, acabou de ganhar mais um show completo de astros e estrelas que encorpam ainda mais a produção. E a grande sacada do filme são os diálogos que vão conduzindo reflexões sobre perdas, ganhos, responsabilidades (tanto pessoais, quanto profissionais), relações pessoais, erros cometidos por situações momentâneas e superação de perdas, principalmente, no caso da personagem principal.

Para Howard, de início, pareceu que ele estava ficando louco por pensar que essas abstrações teriam tomado matéria e começado a falar com ele, mas no decorrer das conversas e desabafos, ele acabou voltando aos poucos a retomar sua vida e procurar ajuda necessária para enfrentar seu problema, pois todos sabemos que essas situações são traumáticas, mas devemos procurar conforto em “coisas” ou pessoas que sirvam como suporte para a superação dessas aflições. Nem é preciso falar que Will Smith está maravilhoso nesse papel e com uma atuação primorosa, bem como o grande time que está envolvido nesse trabalho, que vão de indicados ao Oscar à grandes ganhadoras do prêmio (Mirren e Winslet).

Beleza Oculta promete te arrancar muitas lágrimas, principalmente em momentos onde você menos esperaria que elas saíssem, contudo elas saem e muita reflexão sobre a forma como conduzimos nossas próprias vidas a partir das experiências observadas no longa. O filme tem sua estreia para o dia 26 de janeiro de 2017 e você pode acompanhar o trailer legendado abaixo e ficar com o gostinho de querer ver logo.