Editor's Rating

O Pica-Pau é muito querido por brasileiros, e por isso o filme vai estrear no Brasil -- e ir direto para dvd para o mundo. Será recompensa ou punição?

3

Pica-Pau é um personagem muito querido por Brasileiros, e em reconhecimento a essa fama que ele tem por aqui o filme vai estrear nos cinemas do Brasil — e ir direto para dvd/bluray para a maioria dos outros países. Não está muito certo se essa decisão é uma recompensa ou punição por esta dedicação ao personagem. O personagem título é secundário a trama do filme, com o protagonismo cabendo a uma trama de pai e filho reconectando após o pai ser demitido de seu emprego e tentar investir em construção civil — numa propriedade onde o Pica-Pau mora.

É um filme voltado para crianças, mas que é pouco mais do que um conjunto de clichês colados juntos. Existem garotos que fazem bullying gratuito e sem motivos no personagem principal só para termos uma cena engraçadinha de vingança com o Pica-Pau, temos um ‘interesse romântico” e um amigo que parecem tão gratuitos e sem motivação quanto os bullies… As relações mais bem construídas do filme, a de pai e filho, e da madrasta (a atriz Brasileira Thaila Ayala), embora construídas de forma bem caricatas em sintonia com o tom do filme, conseguem dar alguma substância pro filme e não deixar a experiência ser uma completa perda de tempo.

É o tipo de filme que a gente deixa passando na TV enquanto faz outra coisa. Não chega a incomodar muito (se você não estiver dedicando toda sua atenção a ele) mas está longe de ser um filme que você assistirá múltiplas vezes por ser muito fã do personagem.