Editor's Rating

9
NOTA:

 

Corrupção, escândalos relacionados à desvios de dinheiro e cartel em licitações de empreiteiras estão entre os assuntos discutidos em Polícia Federal: A Lei é para Todos, novo filme nacional que trata dos bastidores da maior operação criminal brasileira envolvendo o cenário político atual, a Lava Jato. Dirigido por Marcelo Antunes (Até que a sorte nos separe 3 e Qualquer gato vira-lata 2), contando com um elenco de peso, Antonio Calloni, Flávia Alessandra, Marcelo Serrado, Bruce Gomlevsky, Rainer Cadete, Leonardo Franco e participação especial de Ary Fontoura como o ex Presidente Lula da Silva .

A trama mostra os momentos importantes de uma das maiores operações arquitetadas pela polícia federal para desmantelar os crimes de corrupção que tomam campo no Brasil. Divididas em várias fases, a Lava Jato é mostrada desde que foi deflagrada, em março de 2014, até a condução coercitiva do ex-presidente Lula, em março de 2016, apresentando suas implicações para o andamento da mesma, incluindo as atuações do juiz Sérgio Moro que é um dos personagens fundamentais na construção de todo o encaminhamento da operação. Podemos ver também o início com a prisão do doleiro Alberto Youssef, as delações premiadas do ex Diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa e do dono de uma das maiores empreiteiras nacionais Marcelo Odebrecht.

Mesmo contendo grande parte das informações verídicas, afinal é baseado em fatos reais, o filme tem em alguns momentos uma “pitada” de ficção com um roteiro bem escrito e as atuações primorosas do elenco (já que não trata-se de um documentário) fomentando discussões e debates a cerca da atual conjuntura social e política do país. Em sua narrativa Antunes mostra, de certa forma, sua opinião sobre todos os processos envolvidos durante a execução das investigações, pois podemos perceber uma crítica embutida nos diálogos dos personagens que dão vida aos policiais federais. Principalmente quando há manifestações de patriotismo alienadas de alguns personagens.

A narração do longa acontece pelo ponto de vista do chefe de polícia Ivan, interpretado por Antônio Calloni, o que nos mostra o trabalho sério e comprometido de seu grupo de oficiais em resolver as situações críticas e tentar melhorar o Brasil da melhor maneira possível. Está é uma obra que TODOS e TODAS devem ver, por quê se refere a um contexto em que a sociedade foi a principal autora e não pode ser isentada de suas consequências e como cidadãos devemos tomar ciência de seus rumos futuros. Uma análise deve ser feita também para que a democracia seja levada mais a sério, fazendo com que as pessoas não fiquem cegos com propostas de trocas por esse direito.

Polícia Federal: A Lei é para Todos tem sua estreia para o dia 7 de setembro, que é uma data bastante emblemática para a nação, ele é o começo de uma franquia de “possíveis” mais duas produções (a segunda já está em andamento) e você pode conferir o trailer abaixo: