Editor's Rating

10
NOTA

Nos Estados Unidos, um sobrevivente designado (designated survivor) é um membro do Gabinete dos Estados Unidos indicado para ficar em um local  fisicamente distante, seguro e secreto quando o Presidente e outros líderes do país (como o Vice Presidente e membros do gabinete) estão reunidos num mesmo local, como durante discursos sobre o Estado da União e cerimônias de posse presidencial. Isso é feito para manter a continuidade do governo no caso de um evento catastrófico que mate muitos oficiais na linha de sucessão presidencial. Na ocorrência de um evento no qual morram tanto o presidente quanto o vice presidente, o sobrevivente designado se torna a pessoa de mais alto posto na linha de sucessão, se tornando o Presidente em Exercício dos Estados Unidos segundo a lei de sucessão presidencial.

Basicamente esse é o tema central da nova série do catálogo da Netflix. Designated Survivor, narra a história de Tom Kirkman (Kiefer Sutherland), Secretário de Habitações e Desenvolvimento Urbano, funcionário da Casa Branca que guarda o cargo de “sobrevivente designado”, e precisa assumir a presidência após um ataque ter matado todos aqueles superiores a ele na linha sucessória.
A série, criada por David Guggenheim – tendo Kiefer Sutherland também na produção executiva – é exibida pela ABC, porém, apenas um dia após ter estreado nos Estados Unidos, ela já garantiu distribuição internacional através da plataforma da Netflix, garantindo a sua chegada em todo o mundo. A série chegou por aqui no último domingo, e diferente de várias outras séries da Netflix, cada episódio será colocado no ar semanalmente (aparentemente todo domingo).

Designated Survivor

Com um Sutherland bem diferente do já aclamado Jack Bauer, somos levados a acompanhar os primeiros passos de um quase demitido secretário de estado norte-americano que acaba de assumir a presidência da nação mais poderosa do mundo, após todos os ocupantes do alto escalão, incluindo o presidente eleito, morrerem em um atentado terrorista ao Capitólio – prédio que serve como o centro legislativo do governo dos Estados Unidos, ou seja, a câmara dos deputados.

Após isso, temos uma corrida frenética para cumprir todos os protocolos que vão desde a nomeação do novo presidente e  a apresentação dos segredos presidenciais até a pressão para que decisões importantes para manter a soberania do país sejam tomadas.
Paralelo a isso, temos o FBI entrando em ação no local do atentado terrorista, buscando pistas sobre quem foi o responsável pelo ataque.

Aqueles que sentiam falta da corrida incansável contra o tempo presente em 24 Horas, terão que se contentar com uma abordagem mais focada nos diálogos. Essa não é mais uma série sobre politica, ela é exatamente a realização do sonho de vários fãs que agora podem ver o Jack Bauer morando, de fato, na casa branca.

De fato muita coisa pode acontecer em Designated Survivor, já que temos apenas o primeiro episódio disponibilizado pela Netflix. Será que teremos alguma grande reviravolta? Comenta pra gente a sua opinião.

Confira abaixo o trailer: