Editor's Rating

7.5
Nota

 Primeiro volume da série After DarkSegundo volume da série After Dark

Já faz muito tempo que Jenny se esconde de seu maior pesadelo, e com isso nunca teve amigos ou criou uma família, alem de sua filhinha Maggie. Agora que conheceu Julie e seus amigos, ela sente que esta mais segura que nunca e acaba permitindo apaixonar-se pelo charmoso e misterioso Rafe. Mas sua paz acaba quando o pai de Maggie, mais conhecido como seu maior pesadelo, aparece para tirar dela tudo o que conseguiu conquistar. Jenny acaba tendo que tomar uma difícil decisão, fugir novamente e manter a salvo seus novos amigos e seu novo amor ou contar sobre seu passado e deixá-los ajudar?

Rafe rapidamente se apaixonou pela misteriosa e tão doce Jenny, mas acaba vendo que conquista-lá pode ser mais difícil do que imaginou. Ele sabe que a moça passou por algo difícil no passado e por isso não desiste, mas também não investe no romance ao ponto de assustá-la. Para ele, Maggie é como uma filha, e tudo o que quer é que Jenny entenda e saiba que ele nunca deixaria nada acontecer com nenhuma das duas, mas é preciso esperar e estar pronto para no momento certo protegê-las.

O mundo do novo casal parece desmoronar quando um dia descobrem que não estão sozinhos em casa, mas cabe aos dois conseguirem proteger a pequena Maggie e salvarem, também, a si mesmos.

“Você está perdido, meu filho – mais gargalhadas. – Eu achei que nunca fosse ver esse dia, quando você estaria nas mãos de uma garota.”

Nesse terceiro volume da série After Dark podemos ver que a autora decidiu mostrar que seus livros também podem ter muita ação. Nunca perdendo  sua essência, a autora consegue novamente nos prender em mais uma incrível história sobre um dos mais amados casais dessa série.

Podemos matar um pouco da saudade que sentimos de Julie e Daniel, vendo um pouco o que anda acontecendo com eles e sua nova família, e finalmente vamos descobrir o que aconteceu no passado de Jenny que tanto a afasta de todos. O amor que Rafe sente por Maggie acaba contagiando a todos e deixando, como sempre, aquela vontade louca de ler um pouco mais.

“- Vamos brincar de pique. Vocês devem correr o mais rápido possível até o subsolo da casa. Tem um grande quarto. Entrem lá que já vou encontrá-los. Agora!”