Editor's Rating

9.6

“- Ele falou com você, Dahlia (…) Ele a colocou em risco. Ele colocou todas nós em risco.”

Dezesseis é uma distopia da autora norte-americana Rachel Vincent. A narrativa acontece em uma cidade planejada chamada Lakeview. Local que possuía regras e todos que nela habitavam contribuíam para a cidade em uma função específica, sendo frutos idênticos de laboratório. A trama acontece através da perspectiva de Dahlia 16, um clone em função da agricultura da cidade. No entanto, desde o início do livro é notório o andamento da personagem como um indivíduo além de um clone, com questionamentos sobre sua real função e sobre o sentindo de estar ali, além de um intenso desenvolvimento emocional, porém que se contém para continuar vivendo na sociedade programada.

Os problemas acontecem quando Dahlia 16 entra em contato com um outro clone de função totalmente diferente, Trigger 17, o que era proibido na cidade. E, rapidamente há um envolvimento e encantamento entre os dois, porém o romance não é permitido ou até mesmo provável em Lakeview. Ao longo do livro, acontecem várias descobertas sobre Dahlia e o porquê dela ser tão diferente, além de muitos segredos sobre a cidade. Uma intensa disputa de poder também é garantida no livro, com diversas críticas e problemas que se encaixam na nossa sociedade real. Tudo acontece de maneira muito rápida, intensa e arriscada entre Dahlia e Trigger, o desenvolver entre eles garante a presença de personagens singulares, muitos momentos de fuga, medo e um aumento de união.

“Dahlia, você tem a aparência de uma agricultora, mas parece uma guerreira.” (Página 62)  

A narrativa inteira é muito bem desenvolvida e intrigante, a sensação de estar no momento junto deles é bastante frequente, e isso ajuda a pensar como eles e entender o porquê de tantas atitudes tomadas ao longo do livro. A leitura apesar de ser fácil, necessita de uma reflexão constante para entender as diversas críticas sociais trazidas ao longo do livro, como a necessidade de ser igual ao outro ou o que as diferenças pode causar em um funcionamento social. Havendo, além de tudo, um enorme mistério final como um gancho para uma continuação do livro.