Editor's Rating

Oito sentimentos, oito visões diferentes.

8.5
NOTA

 

Oito crônicas. Um equilíbrio entre si, abordando os mais diversos assuntos. Seja de forma leve ou poética até romântica e assustadora. Oito sentimentos, oito visões diferentes. Dores, amores, terror e perdas.

Uma coletânea de contos para te fazer sair da sua zona de conforto. Do romance ao terror. Décio escreve com maestria e sensibilidade a cada palavra sobre animais, amor, luto, terror e despedidas.

Cada um dos Oito contos, possui uma particularidade, uma narrativa e uma ambientação que nos levam a exatas Oito viagens diferentes. Eles estão dispostos da seguinte maneira:

1 – Marco, Polo – Drama, temática de proteção animal
2 – O colecionador de máscaras – Mistério/terror, temática de serial killer
3 – O mural das décadas – Romance
4 – Rio Morto – Mistério/terror, temática de vampiros ambientada no sertão de Pernambuco
5 – A morada da memória – Romance, drama, temática de amor e despedida entre pessoas idosas
6 – Estrada 401 – Suspense/Thriller,
7 – As almas dos enforcados – Terror, temática ligeiramente religiosa
8 – Eterna – Romance, ficção científica

Oito

Curtos, mas cheios de emoção. Adoro crônica e devorei estas numa madrugada. Foi um misto de sensações que recomendo a todos vocês. Sair da sua zona de conforto literária pode ser mais emocionante do que imaginam.

De todos os contos o primeiro foi que de longe mais me tocou. Confesso que fiquei com os olhos marejados. Um bom drama escrito em poucas páginas. Repleto de referências nordestinas o que me deixou muito contente. Temos indicações de música em alguns contos e temos em outros, descrições que nos mostram de surgiram as ideias para escrever os mesmos.

Impossível não deixar aqui minhas citações favoritas:

“Ele vive dentro do seu coração, das suas memórias, e as vivências que tiveram de ser mais fortes do que a dor que você sente agora.”

“Ela, afinal, já sabia da minha chegada e havia deixado sua casa e sua vida destrancadas pra mim.”

“Entende, as estrelas que me separam de tu são longas, e o papel escrito a caneta serve para amenizar a distância, pra unir sem estar perto.”

Resenha escrita por Andresa Costa, do blog Escritos e Livros.

 

Você também pode conferir o perfil de Oito no Skoob.

Ficou com vontade de ter essa maravilhosa Antologia de Contos na sua prateleira? Você pode entrar em contato diretamente com o autor através de sua Página Oficial no Facebook. O e-book já está disponivel para compra também na Amazon.